Postagens

Para entender o ridículo de se priorizar o futebol

Imagem
A última copa de futebol mostrou que os brasileiros ainda estão muito longe da evolução. Esta postagem vai tentar mostrar como é ridículo o fato dos brasileiros colocarem o futebol acima de tudo, considerando de extrema importância uma reles vitória em algo que no fundo não passa de uma brincadeira. 
Isso, quando deveríamos estar lutando pelos direitos que estão nos sendo tirados desde 2016, quando o mesmo povo vestiu as camisas da sua amada "seleção" para, por motivos puramente ideológicos, tirar uma presidente honesta de um país relativamente equilibrado - cujos problemas poderia ser resolvidos de outras formas - para colocar uma máfia comprometida com o capital estrangeiro que rapidamente vem destruindo o país.
Reparem bem o nosso empenho quando nos envolvemos com futebol. É um empenho jamais visto em situações muito mai necessárias. Pelo jeito, futebol é o que mais queremos, é a nossa máxima prioridade. Somos o povo que coloca futebol acima de tudo. Futebol em todos os …

Torça pela vitória da "seleção" senão vamos ter Bolsonaro presidente

Imagem
Sei que futebol é apenas uma diversão e que nunca deveria ser levado a sério muito menos tratado como assunto político. Mas poucos sabem disso e a maioria dos brasileiros, incluindo gente influente, trata o futebol como assunto de urgência, como se a dignidade do Brasil dependesse de um título no futebol. Coisa de povo infantil, com um pouco mais de 500 anos de idade. Uma infância diante nações milenares.

Mas enquanto não amadurecemos e passamos a aprender de uma vez que país e time de futebol não são a mesma coisa, o futebol vai ditando as rédeas do povo brasileiro. E observando que após o 7x1 da copa passada - repararam que a eliminação da Alemanha foi comemorada no Brasil com muita empolgação, como uma vingança? - os brasileiros enfurecidos foram pedir a saída de Dilma com a camiseta da CBF - "seleção" confundida com o próprio país - como se ela fosse a culpada pelo péssimo desempenho de 11 deslumbrados vestidos de amarelo.
Vendo que o brasileiro prioriza o futebol mais …

De repente me deu uma vontade de virar direitista...

Imagem
Está um nojo ler a mídia alternativa durante a copa. A mídia hegemônica também. Aliás, as duas resolveram falar das mesmas coisas: Futebol, futebol e futebol. Como se a segurança nacional dependesse de uma reles taça de ouro para ser resguardada.
Parece que a mídia alternativa está disputando aos tapas com a mídia corporativa a atenção dos torcedores de futebol. De repente, para a democrática mídia de esquerda, não há democracia no gosto pelo esporte: ou adere ao futebol ou morra sozinho! E seguindo o famoso Espiral do Silêncio, as esquerdas resolveram cair de cabeça, corpo e alma no esporte do direitista Neymar.
Enquanto a mídia estrangeira trata a copa como um assunto corriqueiro, aqui no Brasil, a copa vira um festivo monotema. Não se fala em outra coisa e até em assuntos alheios a copa, as mídias corporativa e alternativa arrumam um jeito de enfiar o futebol. Parece que a vitória dos amarelados ficou mais importante que a recuperação do Brasil. Legal, vamos fazer um alegre festão…

Começou!

Imagem
Para quem não curte futebol, hoje se inicia um mês torturante. Só se falará sobre futebol. Futebol, futebol E FUTEBOL! Os incomodados que se virem para tentar fugir da histeria coletiva futebolizante. Durante um mês será isso e só isso. Aguentemos.

Gostar de futebol favorece emprego e vida afetiva

Imagem
Vamos ser sinceros. O fato do futebol ser hobby de uma gigantesca, quase totalidade de brasileiros não é orque o esporte em si é bom, divertido e mágico. É porque ele foi estipulado pelo senso comum como um grande agregador social.
O futebol é realmente uma obrigação social e muita gente, gostando ou não de futebol, resolve assumir o gosto pela modalidade para obter uma vida social ativa e obter os favorecimentos que só podem ser obtidos por decisão alheia, como emprego e vida afetiva.
Ninguém assume de feto a submissão a esta regra social, fingindo que gosta de futebol por ele sr supostamente divertido e mágico. Mas as características do futebol indicam que a magia é postiça, obra feita pela mídia para "temperar" aquilo que é tratado como uma obrigação cívica e social.
Mas secretamente, todos sabem que quem se assume alheio ao futebol perde importantes direitos, pois dificulta a vida social e perde os direitos que dependem das decisões de outras pessoas para serem adquiridos.
I…

Golpistas querem que você goste de futebol

Imagem
Uma coisa que os ingênuos anti-golpe que adoram futebol se esquecem com frequência é que todos os patrocinadores da Seleção brasileira de Futebol patrocinaram os movimentos e a iniciativas que facilitaram o impeachment de Dilma Rousseff, uma presidente honesta para colocar uma verdadeira máfia no comando do país. Máfia patrocinada e apoiada explicitamente pelos patrocinadores da Seleção.
Bom lembrar que o futebol é importante para manter a população anestesiada, perfeitamente conformada com a destruição de direitos e patrimônio de nossa nação que está prestes a voltar a ser uma colônia de exploração com nossa população convertida em um bando de escravos a se esforçar quase de graça em prol dos interesses dos especuladores mais ricos do mundo.
E você aí feliz com a copa de 2018 achando que a vitória da Seleção tratá dignidade para o país, mesmo que o "caneco" fique nas mãos dos cartolas corruptos da CBF. Se esquecendo que os golpistas foram em massa com a camiseta da CBF pensan…

Acidente com a Chapecoense cria histeria coletiva

Imagem
No Brasil, quando o assunto é futebol, o país para. Um povo ainda imaturo, que não sabe ainda sequer se indignar de forma racional, fazendo isso de forma passional, seja de que lado estiver, ainda considera uma forma de lazer como sua maior prioridade.
O episódio ocorrido com o acidente da equipe da Chapecoense virou o assunto do dia. E olha que o time nem é o dos mais admirados. Sites que deveriam tratar o assunto como um acidente comum, falam do fato como se tivesse morrido algum parente querido ou alguém muito importante a resolver os maiores problemas do país.
Sabe-se que nas favelas morrem inocentes todos os dias sob a desculpa do combate ao tráfico. Direitistas mais radicais desejam a morte de esquerdistas, por motivos que só existem na imaginação fértil dos mais histéricos fascistas. Mas quando morre algum jogador de futebol, o choro é coletivo, e vem de todos os lados, tribos, raças, credos e orientações sexuais ou políticas.
Acidentes aéreos com muito mais vítimas não foram trat…