Postagens

Novo escândalo no futebol tem muito a ver com a imposição do mito de "dever cívico" atribuído a modalidade

Imagem
Quando eu era criança, os adultos tratavam minhas brincadeiras com um certo desprezo, como se não tivesse nenhuma importância. Crescido, finalmente entendi o porque do desprezo, pois percebi que brincadeiras só servem para divertir e somente em raros casos servem para alguma coisa séria.
Mas chegando à vida adulta, percebi que para muitas pessoas, certos hábitos não mudam e algumas brincadeiras de adulto passaram a ser excessivamente levadas a sério, como se fossem obrigações, a ponto de unir e desunir pessoas que pensam ser esta forma de lazer crucial para o destino não somente dessas pessoas, mas de toda a sociedade brasileira.
Por muitos anos, brasileiros crescera achando que o futebol não era apenas uma forma de lazer mas um dever cívico, uma obrigação que toda a sociedade seria obrigado a seguir por suposto amor à pátria. Era a nossa forma de manifestar o patriotismo, já que não somos patriotas em ocasiões de maior seriedade, pois não nos incomodamos com a perda de nossos direit…

A derrota do Flamengo e a mania de levar o futebol a sério

Imagem
Rio de Janeiro é um estado em crise. Mas não faz mal. Se o estado for completamente destruído e sobrar apenas o Maracanã, a população fluminense, e principalmente a carioca, respirará tranquila. Salvou o seu bem mais valioso.
Cariocas são fanáticos por futebol. Incluem a vitória de um time à qualidade de vida mesmo que esta vitória nada traga de concretamente positivo a seus torcedores. É como uma religião onde o abstrato e intocável representa uma alegria muito maior que o concreto. É como ser feliz com uma alegria imaginária, fictícia e intocável.
A derrota de ontem do Flamengo no jogo contra o Cruzeiro entristeceu os cariocas que estão muito felizes com a decadência do estado. Afinal, esta decadência não está sendo causada por um partido de esquerda, o que alivia os tradicionalmente conservadores cariocas.
Como o futebol substitui a qualidade de vida, o foco dos cariocas é ver os seus times e a "seleção" do Pato Amarelo do ganancioso Neymar vencendo campeonato importante…

Grito de "gol" dos cariocas é para afirmar masculinidade

Imagem
Quem vive no Rio de Janeiro sabe que na sociedade carioca o futebol não somente é obrigação social como é regra de etiqueta. A sociedade carioca está dividida entre quatro times: Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo. Cariocas são obrigados a escolher um dos quatro times e mesmo não assistindo a um só jogo e desconhecendo o nome dos principais craques, quem não optar por entre um dos quatro se encontra em sérios apuros, sendo vítima de claros preconceitos.
Mas para os homens cariocas, o futebol tem um significado a mais, o que aumenta a obrigatoriedade: o futebol é o meio de afirmar a masculinidade. Para cariocas, homem não é aquele que gosta de mulher. Homem é aquele que gosta de futebol. Se você for gay e gostar de futebol, você é respeitado como macho viril e tem a sua masculinidade comprovada. Mas se você é daqueles que não trocaria mulheres por um joguinho de futebol, ih... pode se preparar para apanhar de homofóbicos.
Você já deve ter ouvido como um carioca comemora a vitória …

Esquerdistas: Direitistas também gostam de futebol

Imagem
Quando o assunto é lazer e cultura, os esquerdistas costumam pisar em tomate e não raramente em cocô. Não raramente costumam tratar supérfluo como necessário e enxergar espontaneidade na mais fajuta armação de produtores "artísticos". Se esquecem que por trás do lazer está a mais nociva manipulação empresarial para manter o povo alienado no tempo livre em que não está subjugado a um patrão ou coisa parecida.
As esquerdas enxergam o futebol como símbolo cívico e acham que isso tem que ser mantido, por mais fútil e inútil que seja a modalidade esportiva. Fazem questão que a seleção da CBF esteja presente em todas as copas e se puder, transforme as conquistas em rotina, por mais monótona que possa parecer. Afinal, para um país sem identidade e com baixa auto-estima, nada melhor que usar o lazer para se autoafirmar quando isso não acontece em situações mais sérias e necessárias.
Mas uma coisa que noto é que muitos esquerdistas tratam o futebol como se não houvessem cartolas env…

O corrupto mais amado do Brasil

Imagem
Que ironia! Em tempos onde brasileiros entram no tapa entre si por suposta aversão a casos de corrupção, o maior ídolo da atividade mais admirada pelos brasileiros acaba de incluir seu nome na lista de corruptos. Uma verdadeira bagunça com o senso comum, que acreditava que corrupção foi inventada pelo Partido dos Trabalhadores e só praticada pelos seus membros e por aliados.
Neymar Jr., sim, ele mesmo! O homem mais amado do país! O único que os torcedores masculinos não têm vergonha de declarar o seu amor! O ultra-estimado jogador acaba de ser acusado de corrupção e a justiça espanhola o que ver atrás das grades por pelo menos dois anos, o que prejudicaria a sua ida a copa de 2018, o acontecimento mais esperado pelos brasileiros.
Não sei de detalhes, pois não entendo das regras de negociação e não curto futebol. Eles podem ser lidos aqui. O que sei é que houve uma falcatrua feita pelo jogador e pelo pai (que é seu sócio nos negócios que usam o nome do jogador como marca) que favorece…

Futebol argentino é privatizado

Imagem
A democratização do futebol feita por Christina Kirshner em sua gestão foi por água abaixo com o governo neoliberal de Maurício Macri, ex-cartola que começa a mostrar as suas garras e dizer a que veio. Macri acaba de entregar aos estadunidenses o futebol que deveria ser dos argentinos.
A Fox e a Turner (Warner) acabam de fazer um acordo de exclusividade na transmissão dos jogos do futebol argentino. A TV aberta só irá transmitir três dos muitos jogos do principal campeonato argentino. Os torcedores mais carentes ficarão sem assistir a jogos importantes, tendo que pagar tais redes de televisão para vê-los.
O acordo, que durará 15 longos anos envolveu gigantesca quantia de dinheiro e poderá ser renovado a cada 5 anos. É mais uma de mitas medidas que pretendem submeter a Argentina aos ditames dos Estados Unidos, que insistem em querer mandar em todo o continente americano, evitando a todo o custo que surja uma outra potência no continente.
Nós aqui não curtimos futebol. Mas isso não sig…

Espírito de Equipe

Imagem
Recebemos em nosso e-mail uma mensagem de um leitor que pediu para não identificado e que contássemos o seu caso real com nossas palavras, sem reproduzir o seu texto. Obrigado leitor e vamos contar de nossa forma o seu caso, colocando o fictício nome de "João".
"João" é um excelente profissional, cumpridor de seus deveres, que nunca faltou o trabalho por motivo fútil, é pontual e costuma concluir suas tarefas um pouco antes da hora estipulada, tendo fama de adiantar bastante o trabalho da empresa.
Era um dia normal de trabalho. João estava mais uma vez em sua tarefa quando um dos colegas, o mais extrovertido tenta puxar uma conversa, de início simpática, com o colega.
Colega 1: Oi, João, tudo bem? João: Tudo. Colega: Você é um cara legal, trabalhador, gente boa mesmo. mas não sabemos muito de você. Qual é o seu time de futeboll? João: Eu não curto muito futebol. Colega 1: O quê? Não curte futebol? Você está brincando! João: Sério. Eu não sou muito ligado em futebol. Res…