Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2011

Pausa para o intervalo

Imagem
Durante um tempo não teremos postagens. Sabe como é, exercícios físicos às vezes cansam um pouco. Vamos dar aquele aquecimento e voltaremos em breve. Aguardem e continuem torcendo por este blog campeão!

Como são escalados os jogadores da "seleção"

Imagem
Não é nada como a maioria esmagadora dos torcedores da "seleção" brasileira de futebol pensam. Parem de romantismo! Futebol é negócio e para garantir lucros, muitas atitudes têm que ser tomadas. A escalação dos jogadores para um jogo, por exemplo.

Se pensam que os jogadores são escalados pela competência, estão redondamente enganados. Nem é o técnico que realmente escolhe os jogadores. São os patrocinadores, que escolhem os jogadores que têm mais poder de marketing, que tenham mais carisma com a torcida.

Aliás, um jogador nem precisa ser bom para que a "seleção" vença: pode até jogar mal, pois a CBF paga para os adversários perderem nos jogos mais importantes, onde a vitória é condição absoluta. Para o jogador, basta fazer aquela "dancinha" de sambista para garantir o visual do espetáculo, dando a impressão de que está dando um "show de bola".

Em tempos em que na música quem faz sucesso nem sempre é bom artista, mas sim um bom marqueteiro, resolver…

A idolatria da Seleção Brasileira de Futebol

Imagem
A Seleção Brasileira de Futebol parece a realeza da Inglaterra:

- Ganha muito dinheiro sem fazer nada de realmente importante
- Não governa o país, mas é tratado como se governasse
- Enchem os noticiários com besteirol mas são levados à sério pelos mesmos notíciários
- É amada e idolatrada pela população como se fosse Deus por motivos ilógicos

Ridículo esse nosso país que dá bola a gente tão fútil e inútil.

Publicado originalmente em 02/06/2009.

As celebridades que não curtem futebol

Imagem
Celebridades são a vitrine dos meios de comunicação. Eles funcionam, mesmo involuntariamente, como uma espécie de porta-vozes dos meios onde trabalham. Nada mais coerente, com isso, de que as celebridades ostentem um estilo de vida que seus chefes querem que a população siga. Celebridades são frequentemente exemplo e modelo de como a população deve agir no seu dia-a-dia.

Por isso, a maioria das celebridades são orientadas a defender ideias, gostos e estilos de vida que estejam de acordo com o que a mídia quer empurrar goela abaixo da população brasileira, fazendo que, com a adesão das celebridades, certos hábitos ganhem um status alto, dando a impressão de que os famosos são "gente como a gente", ao mesmo tempo que dá um caráter de "chique" para certos costumes: "nossa como aquele ator adora fungar no nariz! Vou fazer o mesmo", diria um popular.

Por isso mesmo, todo o esforço é feito para que nada fuja dos interesses dos grandes donos dos meios de comunicaç…

Cada um enxerga como quer: Neymar segundo as incautas e míopes torcedoras

Imagem
Neymar, segundo as míopes torcedoras que o admiram:




Neymar, segundo o que os fatos comprovam:

Detesto quando associam futebol com valores progressistas

Imagem
Tudo bem que o futebol é legal, diverte, faz o tempo passar. Mas associar o futebol a valores considerados progressistas é um sinal enorme de alienação, que não consegue nem mesmo entender a natureza do próprio esporte.

Como curtir o esporte é considerado obrigatório em nosso país, encanaram que pessoas de todos os tipos passem a gostar de esporte, não apenas seu público alvo.

Assim, dá-lhe roqueiros, esquerdistas, rebeldes e o escambau a defender o fanatismo futebolístico, sem se lembrar que jogadores de futebol odeiam rock e que cartolas são sempre direitistas e corruptos. E não há nenhum jogador de futebol que seja rebelde, já que todos trabalham sem abalar as estruturas de poder que regem nosso sistema político-social. pelo contrário, até estimulam a manutenção dessas estruturas.

Mas é confortável a associação com valores progressistas, pois facilita ainda mais a ilusão de unanimidade que a apreciação de futebol aparenta ter.

A Rede Globo, grande difusora e legisladora do fanatismo fu…

Um marco histórico para a revista Capricho!

Imagem
Esse número é um marco na história da revista.

É o primeiro número da Capricho que estampa um feioso analfabeto na capa, onde normalmente aparecem ou galãs ou musas.

Será que a revista encalhou? Ou será que as adolescentes compraram para espantar pernilongo?

Porque se essa coisa feia é considerada um "galã", então estamos perdidos. Estamos perto do fim do mundo.

Se já não bastasse ele ser excessivamente valorizado só porque corre atrás de uma bolinha e atira em uma trave. Como se isso pudesse favorecer o desenvolvimento do Brasil.

Bola fora da Capricho, que perdeu tempo e gastou dinheiro com essa nulidade inútil, que só é valorizada porque somos uma nação de sonhadores sem auto-estima e senso do ridículo.

Aliás, senso do ridículo é algo que o distinto jogador não conhece, pois vive com um penteado patético em sua oca cabecinha.

Somente garotas burras e sem senso estético e senso do ridículo para achar esse cara um "galã".

Só uma nação falida e inferiorizada supervaloriza u…

A alienação do futebol

Imagem
OBS: Mais um texto alheio que posto aqui para vocês. O futebol é válido como esporte, lazer, mas quando ele é levado a sério demais, quando é associado a dever social, patriotismo, gerando uma falsa unanimidade, ele passa a ser nocivo, desviando a população da realidade e substituindo a alegria que a população não consegue buscar de outra forma, resultando numa verdadeira ditadura do futebol que acaba por ofuscar outros esportes e outras atividades.

O Brasil dará um gigantesco salto quando parar de superestimar o futebol, reconhecendo como mera fonte de diversão (nada além disso) e compreender que nem todos são obrigados a gostar dele, merecendo viver numa democracia esportiva que pudesse entender as diferenças.

A alienação do futebol

Por Edilson - blog Artigos, etc.

Sinceramente não sei dizer o que é mais impressionante, se o poder de alienação do Estado ou a capacidade de se deixar alienar do povo brasileiro.

È perfeitamente normal para crianças, adolescentes ou até mesmo mulheres ou gay…

A "seleção" deveria ter vencido em 2010. E não é para agradar torcedores

Imagem
Estive pensando. Era melhor a "seleção" ter vencido a copa de 2010 na África do Sul. Ia ser chato ver todo mundo de amarelo, berrando, tocando vuvuzelas e falando muita asneira. Mas era mesmo melhor ter vencido. Para o bem da "nação"? Nada disso.

Vocês se lembram do episódio da entrevista que Dunga não quis dar aos repórteres que trabalham para o seu patrão (a empresa Organizações Globo é a dona da CBF, saibam disso) e que rendeu um enorme bafafá? Os cartolas decidiram que para desmoralizar o Dunga, que desobedeceu ordem superiores - talvez estipuladas em contrato -, deveriam deixar a "seleção" perder, para que Dunga, e não a Rede Globo, saísse de vilão no episódio.

E aí, aconteceu: ao encontrar a primeira seleção que não era fraca, a da Holanda, os amarelos levaram uma surra, seguindo o oposto do script costumeiro dos jogos (a "seleção" amarela perde no início, faz suspense e vira no segundo tempo, ganhando no final), ameaçando ganhar no inicio e…

Tem gente que foi feita para ser feliz

Imagem
Mike Comrie não é um jogador de futebol, e sim de hockey, esporte bem impopular na Terra Brasilis. Mas não faz mal. Dá no mesmo. Esportista é esportista: tudo igual, aquela truculência, o físico avantajado e cérebro tão ativo quanto um pedaço de rocha. Há exceções, mas exceções quase não aparecem.

E sabe quem é casada com Mike Comrie? Essa perfeição da natureza que atende pelo nome de Hilary Duff: uma mulher linda, gostosona, simpática, charmosa, talentosa, etc., etc., e etc.

Como é que uma doçura como Duff não se casou com um cara mais legal? Como eu, por exemplo.

Mike Comrie foi feito para ser feliz. Resta saber se ele é realmente capaz de fazer os outros felizes, pois o traste deixou os fãs da Hilary bastante infelizes.