Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2014

Conto de fadas perdoa corrupção

Imagem
Um livro que comecei a ler, O Lado Sujo do Futebol, está mostrando o que eu estava careca de saber, mas não tinha como comprovar: futebol é um antro de corrupção e cartas marcadas. Muita gente sabe que onde entra poder e muito dinheiro, entra também um festival de irregularidades.

Mas o povo, mesmo desconfiado, prefere ficar longe disso. Prefere ignorar as denúncias do livro e retomar a sua infantilesca ilusão. O clima de contos de fadas anexado ao futebol e transmitido a gerações por muitos anos, graças a um complexo, poderoso e exclusivo sistema de publicidade bélica e insistente, é muito forte e arraigado para ser deixado de lado.
Os brasileiros gostam de futebol porque são induzidos a isso. Uma prova de sucesso absoluto de um trabalho publicitário muito bem executado. E não há quem tire os brasileiros desse fanatismo hipnotizante. Nem mesmo as surpreendentes, mas realistas denúncias de corrupção de seus ídolos ("rei morto, rei posto", é o que a tradição diz).
Essa publicida…

Justificativas mais comuns para tentar classificar o futebol como "importante"

Imagem
O brasileiro é fanático por futebol. Fanático no PIOR sentido da palavra. A sua adoração doentia por futebol é infantil, irresponsável e extremamente ridícula. Nesta época do ano, os brasileiros passam a agir feito imbecis e se acham no direito de ser imbecis, desde que não sejam chamados de imbecis.
E entre as imbecilidades do brasileiro em épocas de copa é associar futebol a patriotismo, como se a dignidade do brasileiro dependesse da vitória em um supérfluo e inócuo campeonato de futebol. E não faltam pessoas que saem a procura de argumentos e justificativas para a excessiva importância dada ao futebol.
Sendo extremamente popular, mas ao mesmo tempo ridículo, para muitos é menos trabalhoso tentar inventar uma importância ao futebol do que assumir a sua ridiculosidade e abandonar o hobby que garante o bem estar social para a maioria dos brasileiros.
Bom lembrar que antes de tudo, o ato de gostar de futebol, mais ainda em épocas de copa, é uma obrigação social, quase uma regra de etique…

Explicando aos torcedores as críticas que eles recebem pelo fanatismo doentio

Imagem
Os brasileiros sempre acreditaram na suposta unanimidade do gosto pelo futebol. Foram educados a pensar que as palavras torcedor de futebol e brasileiro fossem sinônimos e que se aparecesse um que assumisse o desprezo pela citada modalidade esportiva, certamente seria doente mental ou bandido.
Veio a internet, único meio de comunicação realmente democrático que existe (já que os outros não passam de meras vozes de seus donos) e mostrou que os brasileiros que preferem passar bem longe do futebol não somente existem, como são muito mais numerosos do que se pensava. Há quem diga que são uma maioria, mas a suposta minoria que curte, além de barulhenta é socialmente influente (bom lembrar que o futebol é visto por muitos como obrigação social).
Mesmo assim, os torcedores estavam tranquilos, pois os não-torcedores representavam uma voz muito baixa para serem ouvidas durante os gritos apavorantes da torcida ensandecida.  Mas em 2013, através do Facebook, essa pequena multidão, cansada de ser i…

Como fugir da histeria da Copa

Imagem
POR XICO SÁ - Folha SP - 07/05/14  20:21
Foi somente a convocação dos 23 nomes da Seleção Brasileira e a histeria copeira já veio para ficar. Invadiu programas de variedades na televisão, atrasou o almoço na firma e fez o porteiro esquecer, ao relento, a moradora mais gostosa do prédio, logo a sósia da Isadora Ribeiro –isso foi fato aqui em Copacabana.
Curto a barulheira, sou cronista esportivo da “Folha” e participo do “Redação Sportv”, programa que discute como a imprensa enxerga o jogo e a cultura do futebol.  É prazer e também trabalho.
Até ai tudo bem, mas o oba-oba espetacularizado de hoje, a mais de um mês ainda do evento, me fez lembrar dos amigos que não gostam de futebol.
Aqueles que sofrem verdadeiro bullying, desde a escola, por não se envolverem com a modalidade esportiva.
Estão ferrados.
Valéria e o marido Hugo vão fugir para a Califórnia. Têm grana, planejaram a fuga e até tentaram evitar que o filho colecionasse as figurinhas –batalha perdida, obviamente, se um álbum seduz u…

Como sobreviver à Copa quando você não curte futebol

Imagem
Por Luanda Lima, Blog Lua na Rua, em 20/06/2010
Desde 11 de junho que não se fala em outra coisa. De repente, palavras como jabulani e vuvuzela parecem ter se infiltrado no vocabulário de todos, do cobrador do ônibus aos colegas de trabalho. Além de Dunga, de repente o país ganhou 190 milhões de técnicos de futebol. É um tal de gente comentando com propriedade sobre países distantes que desconhecia até dois minutos atrás, gritos ensurdecedores e um patriotismo jamais visto antes em qualquer campanha presidencial. Qualquer pessoa minimamente observadora sabe que, ao ver alguém na rua vestindo blusa do Brasil, só existem três explicações possíveis:
a) É gringo b) É Copa c) É gringo e é Copa
Dessa vez, como tudo em volta nos lembra incessantemente, estamos na décima nona edição da Copa do Mundo, que vai até o dia 11 de julho. E o futebol é tão importante no cotidiano e na cultura do brasileiro que, quando a seleção joga, o país para. É comum encontrar universidades e escolas que liberem os al…

We are not one

Imagem
Vocês, torcedores de futebol, nesta época de copa se tornam os mais absolutos privilegiados. Todas as atenções do Brasil se voltam a vocês. Quem não curte futebol é solenemente desprezado e tem que se virar para arrumar distração e companhia, já que a meta de todos é toda unificada para o show da bola rolante. 
Quem não curte futebol é totalmente excluído da condição de ser brasileiro, pois ao assumir a aversão ao famoso esporte transformado em dever cívico e social, vira um desertor, como se quisesse prejudicar o bem estar daqueles que apreciam o esporte (uma ofensiva falácia, bem preconceituosa).
Torcedores, vocês sempre que são criticados, clamam por respeito. E pedem como se vocês é que fossem os excluídos. Sinceramente, creio que posso humilhá-los  a vontade, já que para vocês, torcedores, sempre virá alguém com poder, seja políticos, empresários e celebridades, para lhes defender. Posso chamar vocês de alienados, ignorantes ou até xingações piores, pois um grandão aparecerá imedia…